Viver só se aprende na prática

Todo mundo tem seus medos. E não são poucos. Quem disser o contrário está mentindo – provavelmente para si mesmo. Temos receios, dias de medo e fracasso, de pouco sucesso, do que quer que seja.

viver-só-se-aprende-na-prática-430x244O medo é natural, inerente ao ser humano. E é benéfico até certo ponto. Se fôssemos dotados apenas de coragem, seríamos totalmente inconsequentes, magoaríamos mais quem nos ama, arriscaríamos sem pensar e provavelmente teríamos uma vida curta. O que não é  normal é ficar paralisado em meio ao caos por causa de todo e qualquer medo que sentimos. Há pessoas com medo constante de viver e de morrer. De agir e de ficar parado. E isso não é nada saudável.

A gente precisa aprender a se importar menos com o que os outros pensam, com a impressão que causamos. Ninguém nasce ensaiado, pronto pra seguir arrasando na vida. Todo mundo se lasca, se dá por vencido, esquece de pedir perdão, questiona se vale mesmo a pena.

Vivemos em uma sociedade que julga, da forma mais impiedosa possível, o fracasso. Temos que ser super-homens e super-mulheres. A pressão social por ser uma pessoa bem sucedida (segundo o conceito de um mundo capitalista até os ossos) é muito grande, ainda mais com a exposição que o mundo virtual possibilita. Todo mundo quer mostrar que está bem. Todo mundo quer ser melhor que o outro em algum sentido, ainda que de forma inconsciente. Daí nos deparamos com as consequências: o medo de ser uma farsa, uma pessoa fracassada e não estar no mesmo “nível” que os outros estão. E esse sentimento pesa mais do que deveria, mesmo sendo totalmente desnecessário, porém muito presente na vida de quem se compara e se sente infeliz.

Uns temem o passado, outros ficam aterrorizados sofrendo antecipadamente pelo futuro. O medo do que aconteceu e do que pode acontecer deixa um número absurdo de pessoas paralisadas, temendo dar o próximo passo, ainda que ele seja curto. Se permitirmos, essa fobia de viver vai tomando conta e quando se percebe, os danos já estão feitos. A situação é quase irreversível.

Em doses não tão homeopáticas assim, pequenas frustrações são menos dolorosas do que a tristeza pelo eterno postergar. Deixe o medo chegar, entenda os riscos que ele quer te mostrar, planeje e aja. A vida é muito rápida para passar em branco.

thesecret.tv.br/

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: