Arquivo para categoria Como Usar

Como se vestir para fechar bons negócios

estilo-roupas-fechar-negociosComo se comportar no primeiro encontro? Qual a roupa mais adequada para vestir? Será que minha conversa vai agradar? Muitos empreendedores convivem com essas dúvidas sempre que precisam comparecer a uma reunião para apresentar sua empresa a um novo cliente em potencial. Esse tipo de angústia pode parecer muito mais adequada a adolescentes em crise do que a donos de negócios emergentes — mas não se trata de uma preocupação totalmente sem sentido.

“A maneira como alguém se comporta no primeiro contato com outra pessoa é fundamental para a construção de uma boa imagem”, afirma Paola Elide consultora de moda corporativa. “E esse é um aspecto importantíssimo para iniciar um bom relacionamento de negócios com um novo cliente.”

Então, como se comportar na primeira reunião para causar uma boa impressão e aumentar as chances de conquistar um cliente — e o que se deve evitar para não correr o risco de tornar o encontro improdutivo.

Apresentar-se com a aparência adequada

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia, 4 minutos é o tempo que uma pessoa leva para formar as primeiras impressões sobre a outra — 55% do bom ou do mau conceito toma por base a linguagem corporal, 38% dependem do tom de voz e apenas 7% se relacionam ao que foi dito. Isso mostra quanto a aparência é importante num encontro de negócios. Sorrir ao se apresentar, cumprimentar com firmeza e manter uma postura capaz de transmitir tranquilidade e segurança também são atitudes que contam pontos.

“Uma boa imagem é a primeira coisa a vender para um cliente que acaba de conhecer”

… diz Paola. O visual adequado também aumenta as chances de as pessoas prestarem atenção numa conversa. “Acessórios e roupas inapropriados desviam a concentração do interlocutor”, complementa.

Ao escolher o figurino para vestir na ocasião, é recomendável adaptar-se, na medida do possível, ao estilo do cliente. Caso haja dúvidas sobre o que usar, é melhor ser formal. “É mais difícil errar na composição ao usar peças básicas, como ternos cinza-escuros e camisas de cores neutras”.

O resultado é o roteiro a seguir!

camisa-lisa-clara1- Camisa lisa e clara é a melhor opção para visitar o cliente. “O tom claro ilumina o rosto e combina com qualquer blazer”, diz a consultora. A ideia é que nesse tipo de reunião o cliente fique totalmente focado em seu interlocutor e, por essa razão, as peças de roupa não podem ser de tecido xadrez ou listrado. “Pesquisas mostram que acessórios e roupas chamativas desviam a atenção e as pessoas podem perder de 20% a 30% do conteúdo discutido em uma reunião.”

terno-gravata2- Enfrentar um encontro de negócios à noite pode gerar algumas dúvidas entre empresários e executivos. Afinal, você ainda estará a trabalho, mas fora do ambiente formal das empresas. Uma combinação difícil de errar neste tipo de evento é calça cinza-chumbo com blazer marrom. A gravata pode ser dispensada.

estilo-mulher3- Antigamente, a mulher bem-sucedida precisava usar saia. Hoje em dia essa regra não faz mais sentido. “Uma calça com corte bem feito também produzirá um ótimo resultado”, afirma a consultora. Outra dúvida comum no ambiente corporativo está relacionada ao casual day. As sextas-feiras descontraídas continuam valendo, mas é preciso ter bom senso. “Vestir-se de maneira casual é diferente de usar roupas para ficar em casa”.

vestido-negocios-mulher4- Para as mulheres, a cor preta também tem suas ressalvas. “Roupa preta apresenta resistência. Vestir-se inteiramente assim pode afastar clientes e funcionários.” Segundo o especialista, executivas da área de recursos humanos ou que lidam diretamente com clientes devem ficar ainda mais atentas ao uso dessa cor.

camiseta-polo5- E se você tiver um evento informal logo após o expediente? O que fazer? Nas grandes cidades, por conta do trânsito, muitas vezes não é possível voltar para a casa e mudar de roupa. “O executivo pode ficar com a calça e o par de sapatos usados durante o dia e trocar a camisa por uma polo.” Para quem não gosta desse tipo de camiseta, a sugestão é levar uma camisa mais curta, que possa ser usada para fora da calça”.

calca-social6- Na sexta-feira, a calça social pode ser substituída pela de sarja. “A sugestão é optar por tons neutros como bege e marrom claro.” A camisa deve ser de manga comprida, como sempre, mas o blazer pode ficar em casa. Nesse dia, o mocassim, com seu solado de borracha e aspecto informal, está liberado. “Só não dá para usar tênis de academia”. Bermuda, claro, nem pensar! A regra é: quanto mais pele ficar à mostra, mais informal estará o executivo.

salto-alto7- A ordem é salto alto. “Ele melhora a postura e transmite altivez.” Mas atenção: quanto mais fino for o salto, mais sensual a mulher ficará. Portanto, os saltos grossos são ideais para o ambiente corporativo, além de ajudarem a manter a estabilidade. “Vale o bom senso. Por exemplo: no caso de uma superintendente de shopping, que precisa andar pelo empreendimento ao longo do dia, a opção terá que ser o sapato baixo.”

bolsas8- A bolsa é a protagonista entre os acessórios femininos. Os modelos de tamanho grande são recomendados para o dia e não devem ter detalhes exagerados. Em caso de evento de trabalho à noite, bolsas pequenas são as indicadas. “Está em desuso combinar sapato com bolsa. Eles podem ter a mesma tonalidade, mas jamais devem ser exatamente da mesma cor e material.” A combinação dos dois produtos transmite uma aparência tradicional e, no ambiente corporativo, essa pessoa será considerada desatualizada.

webluxo.com.br

Deixe um comentário

APOIO DE TALHERES – AINDA SE USA ? E COMO?

Etiquette-suporte-talheres-mesaOs apoios para talheres podem ser usados quando se usa o serviço franco americano – pois facilitam na hora de se servir no aparador ou bufê. Com os apoios, ao levanter, o convidado pode deixar o talher apoiado sem sujar a toalha ou a mesa.

Já no serviço francesa não se usa os apoios de talheres pois eles são retirados com o prato pelo garçom.

O material varia: podem ser em vidro, metal, resina, porcelana…Podem ser decorados ou não.É uma questão de gosto estilo e de como você vai combinar tudo isso

Etiquette-suporte-talheres-madeira-Dourado-TriploEm tempo: usamos os apoios apenas no momento em que saímos da mesa para nos servir.

Durante a refeição, enquanto estamos conversando os talheres continuam apoiados no prato com o cabo sobre a mesa conforme já demonstrado.

Etiquette-suporte-talheres-descansoclaudiamatarazzo.com.br

Deixe um comentário

Para cada fase um tipo de roupa: saiba como se vestir de acordo com sua idade

Com tantas tendências de moda, novidades, acessórios, às vezes fica difícil de escolher quais peças combinam melhor com você, seu corpo, e, até mesmo, sua idade! O tempo passa, e com isso, as escolhas mudam de acordo com o que é melhor para você. Você pode manter seu estilo, porém de forma bonita, adequada e elegante. Seja no trabalho, em ocasiões formais ou casuais, saber se vestir pode te ajudar, e muito!

O maior pecado que uma mulher comete é acreditar que pode se descuidar da disciplina necessária para envelhecer bem: alimentação saudável, rotina de exercícios físicos e bebidas alcoólicas com moderação. Em qualquer faixa etária, a atenção com a saúde é indispensável e deve ser encarada como uma prioridade.

O cuidado com a adequação social e profissional é uma regra válida para qualquer idade. A juventude não libera nenhuma mulher de observar o contexto em que vive. E vale lembrar que o início de uma carreira de sucesso se dá no ambiente acadêmico”. Por isso, ele recomenda que exageros na maquiagem, roupas excessivamente curtas, decotadas ou apertadas sejam evitados. “Extravagâncias não são bem-vindas na escola, na faculdade nem no trabalho. Postura ética e discernimento aplicam-se em todas as idades da mulher”

Aos 20 anos: valorize o bom senso

img_1_34_3999A mulher de 20 anos está em busca de sua independência e gosta de expressar jovialidade e criatividade por meio do que veste. E opções não faltam nas coleções. Está liberado: brincar e misturar cores, estilos, estampas e, claro, arrasar nas tendências. Mas sempre com muito equilíbrio na produção!

Aos 30: busque a elegância

img_1_34_4001 (1)Essa deve ser a palavra de ordem! Porém, grandes decotes, barriguinha de fora, abuso da transparência, roupas superajustadas ao corpo e curtas são erros facilmente encontrados nas ruas. Os 30 anos situam as mulheres em uma fase decisiva de sua trajetória pessoal e profissional.Se existe um período em que elas devem procurar recursos como guias de estilo e consultoria de imagem, é nessa etapa da vida.

Aos 40: segurança

img_1_34_4003Hoje existe uma gama de recursos disponíveis para a manutenção de uma aparência jovem e saudável pelo maior tempo possível. Assim, se os cuidados com o corpo foram adotados precocemente, os impactos do tempo ficam bem menos perceptíveis.

A mulher com essa idade já está mais confiante e segura. Mesmo assim,  ela não pode cair em tentação: “O erro fatal é acreditar que usar roupas ‘jovens’ fará com que ela readquira a juventude, sobretudo quando existe uma incompatibilidade entre o seu corpo e o que ela pode vestir”.

Aos 50 anos: maturidade na medida

img_1_34_4004Os erros mais graves cometidos por uma mulher aos 50 anos são: “Descuidar da aparência, da beleza e da saúde, bem como se vestir inadequadamente, seja para encaixar-se no estereótipo da ‘velhinha’ ou de uma adolescente tardia”. Esse é o momento ideal para valorizar ainda mais os tecidos, cortes e caimentos, evitando tudo o que marca muito a silhueta. 

Marco Antônio Vieira, pesquisador e consultor em design de moda

bonde.com.br

 

 

1 comentário

7 regras para se vestir bem

7-regras-para-se-vestir-bemAprender a escolher as peças certas é o primeiro passo para ficar bem vestida

Antes de comprar uma roupa nova, é preciso levar em conta o formato do seu corpo, a numeração ideal e se ela combina com o seu estilo. Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, conheça 7 regras para se vestir bem que toda mulher precisa saber para sair da loja satisfeita e sempre na moda.

1 – Qual o seu tipo físico?

Antes de escolher qualquer peça de roupa, é preciso conhecer bem o seu corpo. Descubra qual é o seu tipo físico e tire medidas dos ombros, cintura, quadril e busto.

Saiba valorizar o seu corpo destacando a parte mais bonita de forma correta e disfarçando aquela que você menos gosta e não quer chamar muito a atenção. Mas nada de exageros: valorizar não quer dizer abusar das fendas e decotes, assim você corre o risco de parecer vulgar.

2 – Qual a sua numeração?

Aquela roupa ficou larga, comprida demais ou até mesmo muito ajustada ao corpo? Essas peças podem sim chamar atenção, mas de outra forma. Elas acabam desvalorizando o seu corpo pois fica evidente a escolha da numeração errada.

Antes de comprar uma peça, é preciso prová-la e ficar bem atenta se o caimento ficou perfeito para o seu corpo. Veja se a roupa não ficou muito apertada na região do abdome ou do busto, se está confortável na cintura e nas coxas e, principalmente, se você se sente bem vestindo a peça.

3 – De acordo com a sua idade

Não escolha uma roupa somente porque achou a peça bonita e combina com o seu corpo. Para ficar elegante, é preciso montar a sua produção de acordo com a sua idade. Ou seja, mulheres maduras não combinam com peças muito curtas e chamativas e vice-versa.

4 – Como disfarçar partes do corpo

Se mesmo depois de conhecer qual o seu tipo físico e a numeração de roupa certa para o seu corpo, você ficar incomodada com os culotes avantajados marcando sobre a roupa ou o quadril muito grande e os braços mais gordinhos, saiba que isso tudo pode ser disfarçado com truques simples. É só usar a peça certa para cada finalidade.

Mulheres que querem disfarçar os culotes avantajados devem disfarçar usando calças retas sem afunilar no comprimento, saias com corte evasê “A” e blusas com volume e tons claros. Para disfarçar o quadril muito largo, é preciso usar peças com cortes mais retos e em tons mais escuros a partir da região abaixo da cintura. O ideal é combinar com blusas que não sejam muito ajustadas ou largas ao corpo.

Para disfarçar o braço flácido, a dica é optar por blusas com mangas compridas ou ¾ em que não tenham detalhes na região dos braços. Outra dica é sobrepor um colete para desviar a atenção da região dos braços. Já para aquelas que não estão satisfeitas com o corpo todo, a dica é apostar em um look de uma cor só, de preferência tons escuros e neutros ou peças básicas sem muito volume, aplicações e detalhes.

5 – Escolhendo o decote certo

Escolher um decote exagerado demais ou que deforme os seios pode detonar a produção. Por isso, é preciso saber escolher o tipo de decote ideal de acordo com o formato do seu corpo e que acomode bem o busto. As mulheres com seios pequenos podem valorizar a região com qualquer tipo de decote. Para quem tem seios médios, a escolha ideal é o decote em “V”, canoa, redondo e tomara-que-caia.

Já para quem tem seios muito grandes e volumosos, é preciso tomar cuidado redobrado para não detonar toda produção. Para disfarçar o volume, e suavizar a região do colo, o ideal são os decotes em formato redondo, em “V” não muito profundo, quadrado e canoa.

6 – Qual tipo de estampa é ideal?

Existe uma variedade de estampas com tamanhos e cores diferentes que sempre deixam a produção feminina mais alegre. Mas para fazer a escolha certa, é preciso saber qual tipo de estampa combina com o seu tipo físico.

A regra não tem erro: mulheres com medidas maiores e partes do corpo mais avantajadas devem apostar em roupas com estampas pequenas e, de preferência, com o fundo do tecido mais escuro para dar uma equilibrada no visual, evitando aquela aparência de medidas duplicadas. Já para mulheres magras, altas e que querem dar mais volume em determinadas partes do corpo, a dica é apostar nas estampas médias e grandes com cores mais vibrantes para dar impressão de corpo mais curvilíneo.

7 – Acessórios são fundamentais

Os acessórios deixam a produção mais bonita, elegante e com mais informação. Além disso, algumas peças podem ser usadas como estratégias para disfarçar algumas partes do corpo, mas é preciso levar em conta que o exagero pode acabar detonando a produção, por isso é preciso ir com cuidado.

Para completar o truque de disfarçar os braços flácidos, aposte no maxi colar com comprimento médio. Para desviar a atenção do quadril ou abdome avantajado, aposte nos brincos chamativos. As pulseiras mais largas e mais de uma em um braço só ajudam a disfarçar os braços finos.

Para dedos curtos e gordinhos, a dica é apostar nos anéis medianos. Já nos dedos finos e magros os anéis podem ser usados desde os mais finos aos modelos maxi. Os lenços, bolsas, óculos de sol também dão um diferencial em qualquer visual. Para deixar o look sempre harmonioso, combine a produção com peças de tonalidades e detalhes que conversem entre si.

dicasdemulher.com.br

1 comentário

Como Fazer Para Resgatar Suas Roupas De Inverno

Quando isso acontece, leva um certo tempo para que elas adquiram o trato necessário e  a gente acaba saindo na rua com aspecto descuidado. Por isso preparamos essas dicas para resgatar  suas roupas para os meses mais frios. É fácil e econômico!

Primeiro passo – separe as malhas de lã ou lã mista: casaquinhos, cardigãs e valem também jaquetas e casacos de couro. Veja quais você vai usar  – e deixe de lado os que não usou no inverno passado nem no anterior.

 Examine com calma – coloque as peças perto da luz, e com muita calma veja quais estão com bolinhas e/ou fiapos grudados. Proceda sem pressa a uma limpeza cuidadosa eliminando as bolinhas e fiapos com uma lâmina afiada ou pente especial para isso.

 Banho perfumado –feito isso deixe de molho em um sabão próprio com amaciante para fiquem macias e cheirosas e soltem o resto de resíduos que por acaso ainda estejam presos a trama.

Novo visual – como o ano é de crise, nada de pensar em comprar novos casacos para um inverno curto e instável: monte novas produções com o que você já tem.

Para isso, reserve um outro dia, quando suas roupas já estiverem devidamente limpas e recuperadas e escolha algumas peças para montar uma nova produção com acessórios descolados.

Xales e pashminas – podem ser complementos que fazem a maior diferença no seu visual. Divirta-se montando novo visual para suas peças devidamente resgatadas e agora arrumadas por cor e em ordem no guarda roupa de forma a ficar mais “a mão”..

Broches: super em alta – e quem disse que ficam bem apenas em lapelas? Que tal usar como fecho de xales, cachecóis ou mesmo complementando um cardigan de caimento mole?

Para quem precisa – doe todos os itens que você está na dúvida ou que não tenham sido usados no último ano. Coloque em uma sacola e faça essa energia circular: você vai se espantar como esse gesto pode fazer diferença.

Tá achando que viajei? Pois arregace as mangas e faça sua limpeza pré inverno – e depois me conte!

claudiamatarazzo.com.br

Deixe um comentário

Do século 16 às ruas: o corset é nova febre da moda

cine-espartilhos-Por essa ninguém esperava! O corset, peça associada à moda vitoriana, a performances burlescas ou, mais recentemente, a uma obsessão da família Kardashian-Jenner, está de volta à moda como poderoso aliado de estilo.

galeria-1Primeiro a peça deu pinta em passarelas de marcas como Prada, com sua coleção de outono/inverno 16, e Balenciaga, Isabel Marant, Balmain e Loewe, com suas coleções de primavera/verão 17. E, na sequência, começou a pipocar nas sessões de novidades dos e-commerces mundo afora. Nas ruas, a tendência começa a aparecer em ritmo extremamente rápido para uma peça considerada difícil de usar por muitas mulheres. E o melhor: surge no street style em larguras diversas e usado de forma fácil, que pode ser combinado a t-shirts básicas, camisas curtas e longas, produções monocromáticas e mais. Receitas que têm tudo para decolarem entre as estilosas no Brasil.

 

glamurama.uol.com.br

1 comentário

Decote queridinho das famosas corta o abdome e não exige seios grandes

decote-no-abdome-famosas-012017-1400x800Os decotes são presença certa nos looks de gala das famosas que estão sempre se destacando nos tapetes vermelhos de grandes eventos.

No Globo de Ouro, que premiou os melhores profissionais de cinema e televisão em Beverly Hills, na Califórnia, Estados Unidos, não foi diferente.

decotes-globo-de-ouro-012017-1400-3055Os vestidos com decotes foram a escolha de muitas famosas, como a atriz Emma Stone, que ganhou o prêmio de melhor atriz em musical por “La La Land”. Ela escolheu um vestido na cor nude, com aplicações de estrelas na cor prata e o decote que chamou a atenção no evento.

decotes-globo-de-ouro-012017-1400-3217Esse estilo em específico chamou a atenção. Nem tão profundo quanto alguns que às vezes chegam à altura do umbigo, nem tão curto que fica apenas na parte dos seios.decotes-globo-de-ouro-012017-1400-3878

A preferência foi pelo decote que vai até a metade o abdômen, um pouco mais abaixo da altura dos seios.

decotes-globo-de-ouro-012017-1400-2789Uma grande vantagem deste tipo de decote é que ele não exige seios grandes para sustentação e garante sensualidade da mesma forma. 

vix.com/pt/moda

1 comentário

Qual o significado dos símbolos com olhos?

olhohorus_providencia_buda_turco-1O olho é um símbolo da percepção das coisas, entendido como o elo entre o mundo interior e o exterior – por isso, também é ligado à clarividência. Muitas doutrinas entendem que ele é capaz de liberar energias positivas e negativas; o “mau-olhado” e o “olho gordo”, na cultura brasileira, representam bem essa ideia.

1) Olho de Hórus

Esse olho estilizado, com uma sobrancelha acima e um arabesco abaixo, representa a visão onipresente do Deus do Sol, Hórus. É o sinal que os egípcios antigos usavam para saudá-lo, e hoje virou um dos símbolos mais desenhados pelos tatuadores. Em rituais mágicos, o Olho de Hórus significa o acesso à sabedoria oculta. Na mitologia egípcia e em outras crenças o olhoesquerdo é ligado à Lua, e o direito ao Sol. Pintado na lateral das urnas funerárias egípcias, esperava-se que, com ele, o cadáver poderia ver seu caminho para o além. Antigos marinheiros do Oriente adornavam suas embarcações com o Olho de Hórus para pedir segurança no mar.

2) Olho da Providência

O “olho que tudo vê” tem referências egípcias, mas ganhou essa configuração no século 17. Ele representa o olho de Deus, que observa a humanidade: o triângulo simboliza a Santíssima Trindade e os raios a glória divina. Um dos ícones mais famosos da Maçonaria, o Olho da Providência é um poderoso lembrete aos maçons de que o Grande Arquiteto do Universo está sempre de vigia. Embora seja usado desde 1782 como verso do Grande Selo dos EUA, só em 1935 ele passou a ser gravado na nota de US$ 1, revelando as origens maçônicas daquela sociedade. A seita vietnamita Cao Dai (“Morada Alta”) também usa o Olho da Providência (especificamente com o olho esquerdo) com o mesmo significado.

3) Olhos de Buda

Frequentemente visto nas paredes de estupas (um tipo de monumento construído sobre os restos mortais de algum budista importante), esse símbolo representa a onisciência de Deus – a imagem é pintada em todos os lados da construção, mostrando que Buda vê tudo, “mas nada fala”. O terceiro olho, entre os outros dois, ressalta esse significado e dá o tom aos “Olhos da Sabedoria”, como também é conhecido. Abaixo dos olhos, o traço que lembra uma interrogação é o caractere em sânscrito para o número 1, simbolizando a unidade de todas as coisas.

4) Olho turco

Muito popular na Turquia e em países próximos, como Romênia, Bulgária e Grécia, esse amuleto, também chamado de Nazar, geralmente é produzido em vidro circular azul-escuro com detalhes em branco, azul-claro e preto. É utilizado para afastar o mau-olhado, tradicionalmente pendurado em janelas e portas, podendo também ser colocado em carros, roupas de crianças ou usado como joia. Na Turquia, é fácil encontrar esse símbolo em lojinhas para turistas (é um dos souvenirs de maior sucesso). O Nazar também é usado em situações cotidianas naquele país, como na pintura dos aviões da companhia aérea Fly Air (que deixou de operar em 2007) e no logotipo da Copa Sub-20 da Fifa que foi sediada na Turquia, em 2013.

mundoestranho.abril.com.br

Deixe um comentário

Como usar melhor sua Camisa Branca

shirt-white-botoesElas combinam com tudo e vão do seu estilo à moda , além de transitar bem em todos os ambientes – Camisa Branca é assim.

Muito se fala em curingas do guarda roupa, mas de todos, acho que a Camisa branca é dos mais úteis pois além de versátil é acessível em vários tecidos e modelos . E em nosso verão tropical, permeado de ambientes com ar condicionado, ela torna- uma aliada preciosa.

Com a vantagem de não precisar de elementos muito complicados para valorizar o visual veja só:

shirt-white-jeans-matureCom Jeans – usada de forma esportiva, com o colarinho levantado, fica um charme e combina também com calças de sarja. Com ou sem cinto, para dentro ou para fora da calça, ela confere um ar de frescor a uma produção esportiva sem perder a classe.

shirt-white-pantalonaCom Panta court – seja para o dia ou para um coquetel a noite , com um cinto fininho, compondo com bijoux descoladas ela ilumina o visual e aceita bem todo tipo de acessório…

shirt-white-short-jeansCom Saia informal – com uma saia confortável, botas e um cinto de elástico largo ( ou médio) você fica feminina e moderna – mas com um visual bem acabado.

shirt-white-curtaCom Calça de alfaiataria – ideal para trabalhar. Combina com qualquer bolsa e pode ser complementada desde comportadas pérolas até lenços e echarpes coloridas. E dá para continuar impecável no happy hour e até jantar noite.

Com shorts – aberta com uma regata por baixo ou mesmo fechadinha, amarrada na cintura. Com chinelinho de dedo ou sapatilha, use e abuse de acessórios de plástico colorido pois o fato dela ser um clássico permite certas ousadias.

Com blazer estruturado, saia preta e sapatos coloridos – elegantérrima, precisa mais??

Com Calças capri – e sandálias altas para ficar sensual ou sapatilhas com um ar retrô – a calça sequinha permite fantasias com cintos de pedras, faixas coloridas ou simplesmente a camisa para fora …

shirt-white-social-cinzaHá quem goste de camisas brancas moles, em tecidos nobres. São campeãs, sem dúvida. Mas acabam sendo mais indicadas para ocasiões mais formais. Pessoalmente, prefiro camisas em algodão, cambraia ou linho que, por serem tecidos mais neutros facilita a mais combinação com outras peças .

claudiamatarazzo.com.br

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: