Arquivo para categoria Desfiles

Edição de número 44 da SPFW tem datas confirmadas!

spfw-44-1Calendário Oficial da Moda Brasileira – São Paulo Fashion Week, em sua edição N44, que acontece de 27 a 31 de agosto será um contraponto ao momento que o país vive. O evento irá celebrar a alma brasileira, nossa maior riqueza, junto ao Brasil que que faz acontecer.

O Brasil que cria e empreende, que não desiste mesmo em momentos adversos. “Sempre acreditamos na força coletiva do nosso talento criativo. Em tempos complexos como os que vivemos, mais do que nunca é a criatividade que aponta caminhos e possibilidades, e todo nosso trabalho é no sentido de manter essa força viva,” diz Paulo Borges.

Em seus 22 anos de atuação, a história do SPFW está inteiramente ligada a esse pensamento, sempre conectando pessoas e movimentos que acreditam e amam o Brasil, resultando em momentos inesquecíveis que todos guardamos na memória. E são esses acontecimentos, que se tornam belas lembranças e constroem a memória afetiva do SPFW, que faz com que a gente ganhe força e avance.

Assim, o evento tem a ver com a capacidade de trazer protagonismo a essas pessoas e empresas que têm histórias de Brasil que são sucesso. “Nosso compromisso é fazer o país avançar. E essa é a história do SPFW. Vamos discutir crescimento, avanço, novos modelos, novas formas de fazer e novos protagonismos”.

vanessa-moeEsta edição conta com a participação especial da estilista Vanessa Moe e sua marca homônima. Radicada na Austrália, ela mostra a coleção Circles, criada a partir de uma pesquisa e parceria com tribos aborígenes da Oceania.

Excepcionalmente nesta edição, o desfile da marca À La Garçonne ocorre no sábado, dia 26, em função de restrições de última hora com a data da locação escolhida e que inviabilizaram uma recomposição do calendário.

Abaixo, confira o calendário completo do SPFWN44, com desfiles que irão ocorrer no prédio da Bienal e em locações espalhadas pela cidade de São Paulo

DOMINGO
16h Iódice

SEGUNDA-FEIRA
10h Uma Raquel Davidowicz
11h30 Paula Raia
15h Osklen
16h30 Vix
17h30 Fabiana Milazzo
18h30 João Pimenta
19h30 Lilly Sarti
20h30 Triya

TERÇA-FEIRA
10h Giuliana Romanno
11h Vitorino Campos
15h Lenny Niemeyer
16h Vanessa Moe
17h PatBo
18h Two Denim
19h LAB
20h Agua de Coco por Liana Thomaz

QUARTA-FEIRA
10h Animale
11h30 Gloria Coelho
14h Ronaldo Fraga
15h Sissa
16h30 Cotton Project
17h30 Top 5
18h30 Amir Slama
20h Lino Villaventura
21h Tig

QUINTA-FEIRA
12h Samuel Cirnansck
14h30 Coven
15h30 Helo Rocha
17h30 Juliana Jabour
18h30 Apartamento 03
19h30 Reserva
20h30 Ratier
21h #todabelezapodeser

Imagens: Agência Fotosite e divulgação

Via |  SPFW

webluxo.com.br

2 Comentários

50 tons de cinza, pompons e mais: as tendências da semana de alta-costura em Paris

A última semana de alta-costura inverno 2017/2018 agitou Paris com desfiles mil. Com apresentações poderosas como a da Chanel, que reuniu no Grand Palais Tilda Swinton e Kristen Stewart, e Christian Dior, com seu desfile ao ar livre e presenças ilustres do calibre de Jennifer Lawrence, Elizabeth Olsen, Robert Pattinson e Kirsten Dunst, a cidade recebeu ainda apresentações da Armani Privé, Schiaparelli e Giambattista Valli – todas com fila A disputada e repleta de glamurettes. Para muitas labels, foi a primeira vez no calendário que alguns protocolos foram quebrados. A Federação de Alta-costura e da moda, rompeu com a tradição quando permitiu que cinco marcas dos Estados Unidos (Rodarte e Proenza Schouler), Inglaterra (Peter Dundas), Austrália (Toni Maticevski) e França (Hermès) mostrassem suas coleções de ready-to-wear no evento o que gerou uma série de tendências que jamais veríamos antes. Quer saber no que apostar?

50 tons de cinza

Zuhair Murad, Dior e Chanel

A Dior, foi uma das primeiras a apresentar o cinza na passarela e em conotações bem diferentes. Durante a semana toda, outras marcas também trouxeram o tom para a passarela, que apareceu em looks diversos: conjuntos de tweed, vestidos esvoaçantes de chiffon para Zuhair Murad e vestidos finos com rendas e franjas em macramé na Chanel. As peças mais claras e fluidas certamente serão um sucesso entre as estrelas que circularam na primeira fila – Elizabeth Olsen, Kirsten Dunst e a recém-platinada Karlie Kloss -, enquanto peças de alfaiataria serão investimento certeiro para a clientela regular.

Flores

Rodarte, Valentino e Giambatista Valli || Créditos: Reprodução Instagram

A coleção da estreante Rodarte chamou muito a atenção durante a semana de moda. E não foram apenas as roupas. A dupla formada por Kate e Laura Mulleavy apresentou um tema floral dominante, com deslumbrantes coroas de flores que adornavam as cabeças das modelos e roubaram o show. Este verdadeiro campo de flores foi visto em outras apresentações como o quase sempre romântico Valentino e o opulento Giambatista Valli.

Pompons

Pompons e muitas cores no desfile outono-inverno da Fendi || Créditos: Reprodução Instagram

Com um casting cheio de estrelas que incluiu Kendall Jenner e a embaixadora da marca, Bella Hadid, a Fendi apresentou sua coleção “Flowers From Another World” durante o último dia da semana de moda de alta-costura de Paris. A visão artística de Karl Lagerfeld foi traduzida para o outono-inverno 2017/2018 através de modelagens impecáveis de alta costura, aplicações de flores tridimensionais – tendência forte da semana de moda – e uma paleta de tons acesos e pastel, ignorando o cinza. Junto com as flores, os pompons também estavam no centro das atenções do show, presente desde o sapato até o ornamento do cabelo, lembrando e muito, aqueles utilizados nos anos 90.

O jardim florido de Karl Lagerfeld para a Fendi || Créditos: Reprodução Instagram

Alfaiataria

Dior, Proenza Schouler e Schiaparelli || Créditos: Reprodução Instagram

Como sempre, a alfaiataria da semana de moda de alta-costura é um ponto notável. Devido às exigências da Federação, as modelagens, costuras e acabamentos são impecáveis e merecem atenção especial. O clássico new look da Dior se repetiu por algumas vezes na passarela. Proenza Schouler apostou em um desfile quase todo em preto e branco e mesclou pontos de couro em casacos longos compostos com vestidos de renda. Até para Schiaparelli sobraram blazers bem cortados sobrepostos a vestidos esvoaçantes.

Capas

Eliee saab, Zuhair Murad e Schiaparelii || Créditos: Reprodução Instagram

As capas voltam com tudo e apareceram multicoloridas por cima de vestidos longos, estilo camisola e macacões. Ótima aposta para fazer as vezes da alfaiataria em um encontro mais poderoso.

Tule

Giambatista Valli, Maison Margiela e Zuhair Murad || Créditos: Reprodução Instagram

Tule e organza são tecidos que aparecem com frequência nos desfiles de alta-costura já que, claro, envolvem muitos vestidos de gala. O toque de irreverência ficou por conta do desfile da Maison Margiela que mostrou entre tantas peças, um trench-coat de organza que revela sutilmente o look por baixo da roupa, desejo absoluto. Vale ficar de olho nas saias de tule combinadas a tops cropped que já tomaram conta do streetstyle lá fora.

glamurama.uol.com.br

Deixe um comentário

Fendi- OUTONO-INVERNO 2017/18

Pele de marta aparadapinturas à mão; aplicação em patchwork de diferentes cores, texturas e formatos.

O trabalho de alta-peleteria dos ateliês romanos da Fendi é de encher os olhos, com mil costuras fatto a mano que demandam horas e um perfeccionismo típico da alta-costura francesa, mesmo.

O tema, apesar da estação ser outono-inverno 2017/18, é floral, portanto Karl Lagerfeld conjura a delicadeza da flor mesmo que o material, às vezes, tenha que ser trabalhado e recontextualizado pra trazer essa leveza.

lilianpacce.com.br

Deixe um comentário

Valentino alta-costura- OUTONO-INVERNO 2017/18

Pierpaolo Piccioli quis fazer uma ponte entre os rituais e sacramentos da igreja católica e do ateliê da alta-costura nessa coleção de outono-inverno 2017/18 da Valentino apresentada na Semana de Alta-Costura de Paris.

Seu ponto de partida foram os quadros do espanhol Francisco de Zurbáran, e a roupa monástica que já foi um dos ícones da marca na fase em que o estilista fazia dupla com Maria Grazia Chiuri (atual Dior) agora ganha um novo ar.

E “ar” é mesmo uma ótima palavra: mais do que a simples citação do hábito, a coleção é arejada, modernista em seu uso de cores e suas modelagens com bastante oversize – lembra, inclusive, o trabalho de Raf Simons na Jil Sander.

O uso das rendas, que normalmente remete ao romantismo na Valentino, é mais severo, quase concretista em sua simetria e blocagem.

As transparências e vãos dão bastante sensualidade, criando um dualismo interessante entre o espiritual e o carnal

lilianpacce.com.br

Deixe um comentário

Jean Paul Gaultier reinterpreta clássicos na coleção Outono – Inverno 2018

inverno 2018 será quente para Jean Paul Gaultier, que se inspirou na estação mais fria do ano para criar uma mistura de reinterpretações de looks clássicos das badaladas estações de esqui (suéteres inteiramente bordados de paetês ou tricôs longos feitos de tramas de seda pura) a modelos superétnicos que iam de sáris a armaduras de samurais em seu desfile de alta-costura.

Jean-Paul-Gaultier-Outono-Inverno-2018Com padrões alusivos ao Natal, versões modernas de saris e aplicações de cristais Swarovski em elegantes vestidos de noite, a exuberância foi, mais uma vez, a estrela do desfile.

Ombros estruturados e uma silhueta mais perto do corpo casavam-se com a grande vedete da coleção, o veludo, que apareceu em calças elegantes ou bordado nos vestidos.

Os gorros com pompons e brilhos coloridos já são desejo imediato. A impecável apresentação arrancou aplausos fervorosos da plateia.

webluxo.com.br

Deixe um comentário

Elie Saab alta-costura- OUTONO-INVERNO 2017/18

Game of Thrones” estreia sua 7ª temporada em 16/07, e ninguém melhor que Elie Saab pra trazer esse universo medieval rico pras passarelas de outono-inverno 2017/18 da alta-costura.

Suas princesas e rainhas gostam de bordados

dourados, veludos, musselines, capas, decotes profundos,

alguma pluma e alguma pele – vestidos que se arrastam pelo chão!

O clima dá uma certa sisudez pra moda festa de Saab

que geralmente é mais leve, de um conto de fada sem sangue em que a mocinha vive feliz pra sempre…

lilianpacce.com.br

2 Comentários

Atelier Versace- OUTONO-INVERNO 2017/18

 

Pode ser que você sinta um certo ar de Riccardo Tisci aqui, mas pode esquecer: o que se comenta é que depois de uma intensa negociação a contratação do estilista não vai acontecer na Casa Versace.

 

Isso posto, a coleção de outono-inverno 2017/18 da Atelier Versace, a linha de alta-costura, se inspira justamente pra uma das 1ªs coleções criadas por Donatella Versace após a morte de Gianni, mais especificamente a 2ª, de outono-inverno 1998/99, que teve um clima medieval.

 

metal-armadura, os longos que ganham respiro com transparências – agora combinados com a alfaiataria de linhas severas de Donatella e com alguns poucos elementos produzidos em impressora 3D, a primeira tentativa da marca nesse sentido.

 

Mas o que enche os olhos mesmo é o terninho de jacquard rosa millennial, o vestido curto em ouro escuro que ganha efeito arquitetônico no quadril, o outro curto escultural com a saia cheia de pregas, o macacão justo de efeito “Mística do X-Men se ela fosse dourada” e o branco meio Cher à Bob Mackie.

 

A estilista faz praticamente uma declaração velada com essas criações: seria bom ter Riccardo no time…

 

lilianpace.com.br

Deixe um comentário

Chanel alta-costura- OUTONO-INVERNO 2017/18

40717-chanel-alta-costura-outono-inverno-201718-destaqueKarl Lagerfeld pensou na torre Eiffel, completada em 1889, pra essa coleção da Chanel de outono-inverno 2017/18 apresentada na Semana de Alta-Costura de Paris dentro do Grand Palais (que é, aliás, praticamente contemporâneo da torre – sua construção começou em 1897).

Tanto o formato quanto o respeito ao material da construção, típico dos arquitetos modernos, e mesmo o seu começo controverso – muita gente a considerava “moderna demais” – antes de se transformar em símbolo da cidade inspiraram o estilista.

Aí, nada mais lógico que o cenário monumental da vez ser uma réplica da torre no meio do Grand Palais…

Quanto as roupas em si: a silhueta geralmente é mais cheia embaixo com a ajuda de saias supervolumosas, mas as mangas também inflam na alfaiataria.

Tudo é usado com botinhas ou botonas mais chapéu à Maurice Chevalier forrado com tweed.

Alguns looks trazem composições de círculos em bordados – tudo inspirado em Sonia Delaunay! E o make?

As cores, explosivas, também parecem saídas de um quadro da artista – e fazem um bom contraponto com o cinza onipresente do começo. Anota que é tendência, né: a Dior também fez!

Chanel : Runway - Paris Fashion Week - Haute Couture Fall/Winter 2017-2018lilianpacce.com.br

Deixe um comentário

Dior alta-costura -OUTONO-INVERNO 2017/18

Tempo de revisão da Dior, que comemora 70 anos em 2017.

Pra essa coleção de alta-costura de outono-inverno 2017/18Maria Grazia Chiuri parte de uma ilustração de 1953 de Albert Decaris sobre as viagens que o fundador Christian Dior fez pós-2ª Guerra, mais a frase retirada da autobiografia dele que diz que “uma coleção completa deve ser direcionada pra todos os tipos de mulher em todos os países”.

E essa mulher é uma de dia e outra a noite: o começo de desfile, cinza, com bastante alfaiataria em tecidos mais pesados e brogue no pé, é meio “look de sufragista” (não dá pra negar que estamos sugestionados a pensar em feminismo depois da camiseta com a frase da escritora Chimamanda Ngozi Adichie 

“Devíamos Todos Sermos Feministas”); o fim, com vestidos diáfanos, estão mais próximos de uma princesa. É possível ser as duas, ao mesmo tempo? A própria Maria Grazia parece acreditar que sim. Na dúvida, combine o paletó Bar com uma saia transparente plissada e hot pant… 

lilianpacce.com.br

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: