Arquivo para categoria Dicas

Meghan Markle grávida? É o que anda comentando a imprensa internacional…

Meghan Markle e a capa da “InTouch” desta semana || Créditos: Getty Images/Divulgação

Bomba! Em sua mais nova edição, a revista americana “InTouch Weekly” afirma ter descoberto o verdadeiro motivo por trás do noivado do príncipe Harry com Meghan Markle: de acordo com a publicação, que cita fontes anônimas supostamente próximas dos dois, a atriz pode estar grávida. Ainda segundo a “InTouch”, a notícia sobre o possível primeiro filho do casal do momento foi recebida com festa pelo príncipe Charles, pai de Harry, e pelo príncipe William, irmão e melhor amigo.

Já a rainha Elizabeth II e outros membros da realeza com mais idade deixaram a alegria de lado para dar lugar ao pragmatismo, e concluíram que o casamento de um príncipe tão próximo da linha de sucessão com uma mulher grávida – algo inédito em se tratando dos Windsor, isso sem falar no fato de que a noiva em questão é americana e divorciada – não somente pode dar uma “modernizada” na monarquia como ainda pode servir de exemplo para outros casais que vivem a mesma situação e optam por não subir ao altar.

Ainda sobre a possível gravidez de Meghan, uma pista que a revista dá tem a ver com uma passagem recente dela pelo consultório da dermatologista Sarah Chapman, considerada a maior especialista em tratamentos de pele de Londres, quando optou por fazer apenas um peeling facial e recusou uma massagem corporal completa, proibida para mulheres em seus primeiros meses de gestação. Será que aí tem? (Por Anderson Antunes)

https://glamurama.uol.com.b

Anúncios

Deixe um comentário

Pela primeira vez na história, o concurso de Miss França vai permitir vestidos curtos entre finalistas

MissFrance

As finalistas do Miss França || Créditos: Reprodução

Costureiro oficial do Miss França, uma das mais importantes e influentes vertentes do concurso de beleza internacional, Nicolas Fafiotte decidiu inovar na grande final do evento neste ano: marcada para sábado, 16, será a primeira em toda a história na qual as candidatas ao título de mulher mais bonita do país vão desfilar com vestidos bem curtos ao invés dos tradicionais (e obrigatórios, em alguns países) longos.

A ideia de Fafiotte é dar uma modernizada no evento, que está completando 88 anos. Além do corte no tecido ele também pretende apostar nas cores fortes a fim de realçar as pernas bronzeadas das finalistas. O couturier prepara ainda uma “surpresa” para o próximo sábado no que diz respeito ao vestuário das misses, que possivelmente envolverá a atual Miss França, Alicia Aylies, e que é um segredo guardado a sete chaves por ele.

O júri do Miss França é considerado um dos mais exigentes do mundo e é copresidido pela modelo e Miss Universo Iris Mittenaere e por Jean-Paul Gaultier. Os dois contarão com o apoio da comediante e cantora francesa Lorie Pester, da cantora e compositora Nolwenn Leroy e do ator espanhol Agustin Galiana na tarefa de escolher a vencedora. (Por Anderson Antunes)

https://glamurama.uol.com.br

Deixe um comentário

Ultra Violet: como usar a cor eleita pela Pantone para 2018 na maquiagem?

A cor do ano e suas musas || Créditos: Divulgação

A Pantone – autoridade mundial em cores – revelou o tom oficial de 2018: Ultra Violet (18-3838). Escolhida com uma proposta provocativa e reflexiva, a tendência promete fazer sucesso entre as fashionistas por simbolizar uma quebra de paradigmas, criatividade e ousadia. Para inspirar as mais antenadas, Ney Garcia, do Salão 1838 Estados Unidos, e Rosman Braz, do Salão 1838 Jardim América, comentam a novidade e ensinam como usar a cor na maquiagem do dia a dia que, aliás, já foi adotada por famosas como Anitta, Demi Lovato e Rihanna nos tapetes vermelhos da vida. Espia só.

Tipo de pele


Segundo Ney Garcia, “esse tom resgata o movimento underground dos anos 1970 e 1980. Por isso, ele pode ser uma escolha interessante para criar um mood ousado e de personalidade. Recomendo essa cor para mulheres de cabelos escuros e pele clara.”

 

Demi Lovato || Créditos: Photo by Neilson Barnard/Getty Images

Olhos poderosos à noite


“É uma cor que passa uma energia muito forte para a maquiagem e evidencia o olhar, principalmente em mulheres de olhos claros. Para não cometer erros, evite looks monocromáticos, isto é, use apenas nos lábios ou na região dos olhos. Nunca os dois de uma vez”, explica Rosman Braz.

Sugestão de produto

MJB Matte Highliner – cor grapevine e mist me / Revlon – ColorStay 16 Hours Eyeshadow – 530 Seductive – R$ 59,90 || Créditos: Divulgação

Como usar o Ultra Violet durante o dia

Aposte na versão mais clara do Ultra Violet para realçar a beleza durante o dia. Se quiser um olhar mais discreto, faça um delineado gatinho ou aplique o lápis na linha d’água apenas para dar um toque de cor.  Finalize com máscara de cílios para não pesar. 

Rihanna com sombra lilás no Brit Awards || Créditos: Divulgação

Lábios

Batons no tom Orchid || Créditos: Divulgação

Um batom violeta é capaz de transformar a maquiagem. Quando for usá-lo, prefira as versões mate e evite os acabamentos cintilantes e glossy. “Caso queira intensificar a cor, faça o contorno da boca com um tom mais escuro e passe outro batom mais claro no centro. Isso tornará o look mais glamoroso”, ensina Ney Garcia.

 

Cabelos

 “O cabelo violeta fez muito sucesso no cenário punk do Brasil da década de 1970 e 1980. Esse estilo foi revisitado no street style por ser uma cor que realça a personalidade. Para apostar nessa tendência é necessário despigmentar o fio antes de receber a coloração. Por isso, o processo é mais fácil em quem já é loira. Depois, são usados produtos específicos para cabelos coloridos para ajudar a reter a tonalidade. Na manutenção, você deve retocar a cada 20 dias e fazer uma cauterização profunda de queratina ou protocolos profissionais de hidratação para preservar o fio” comenta Jotha Cunha, hairstylista do Salão 1838. Nicole Richie é fã de carteirinha do look. Não quer tingir, lance mão dos tonalizantes.

Nicole Richie com mechas violeta/ Quem Disse Berenice – giz pra cabelos Roxousadia – R$29,90 + quemdisseberenice.com.br || Créditos: Reprodução Instagram/ Divulgação

Unhas

Esmalte Risqué – Obessão e Psico – R$3,90; Sandy – Dedilhada – R$4,20; Morgan Taylor – Thrill Me || Créditos: Divulgação

Que tal apostar no roxo intenso nas unhas? A aposta pode ser o cremoso Obsessão ou o metálico Psico. Ambos são da tonalidade indicada pela Pantone, mas com diferentes acabamentos. Assim, dá para aderir à tendência sem deixar de variar o esmalte.

https://glamurama.uol.com.br/

Deixe um comentário

Indústria mundial de diamantes precisa investir no marketing

joias-diamantesAs joias com diamantes já não são uma prioridade para os consumidores de luxo. A geração mais jovem, em particular, prefere fazer viagens a destinos exóticos em vez de investir em diamantes. Como resultado, as vendas globais de joias com diamantes estagnaram em 2016, de acordo com o sétimo relatório anual sobre a industria global de diamantes preparado pelo Antwerp World Diamond Centre (AWDC) e pela Bain & Company.

Nos Estados Unidos, o maior mercado mundial de joias com diamantes, a procura praticamente estagnou em 2016, após vários anos de crescimento consistente. As vendas na China caíram, como resultado da forte depreciação do yuan, enquanto no importante mercado indiano uma greve de joalheiros e a abolição das notas de 500 e 1000 rupias atenuaram o crescimento. Apenas o mercado japonês de joias com diamantes apresentou crescimento em termos de dólares americanos.

joias-diamantes-2O futuro a curto prazo do comércio de joias com diamantes também não parece muito promissor. Para os produtores de diamantes em bruto, 2016 foi uma melhoria em relação ao ano anterior, visto que venderam stocks elevados acumulados em 2015 a preços mais baixos, levando a um aumento de 20% nas vendas.

O volume de produção de diamantes brutos manteve-se relativamente estável em 2016, em 127 milhões de quilates, mas as vendas diminuíram 2% no primeiro semestre de 2017.

Os intermediários, que cortam e polem os diamantes e, em alguns casos, os transformam em peças de joalheria, não estão registrando atualmente qualquer crescimento significativo. O declínio nos preços dos diamantes polidos traduziu-se numa ligeira queda das receitas no segmento de corte e polimento em 2016.

diamantes“Um diamante é para sempre.” Este slogan levou a um crescimento constante para operadores de minas, produtores e joalheiros durante grande parte do século XX. Mas, desde o início dos anos 2000, a indústria negligenciou a necessidade de sustentar o crescimento com marketing.

Os gastos genéricos em marketing por parte dos produtores de diamantes em bruto diminuíram de 5% para menos de 1% das vendas totais de diamantes em bruto, e os esforços promocionais transitaram para as marcas privadas ao invés da indústria como um todo. Isto levou a indústria dos diamantes em bruto a ser ultrapassada por outros produtos de luxo, como carteiras ou cosméticos.

Para reverter a tendência, os players dos diamantes em bruto planejam lançar uma nova campanha de marketing para a indústria. Em 2017, foram planejados investimentos de cerca de 150 milhões de dólares (127 milhões de euros) para marketing genérico e de marca privada, representando um aumento de 50% relativamente aos anos anteriores. “Muita coisa esta em jogo, em termos mundiais, para a indústria”, diz Serge Hoffmann, sócio da Bain e especialista em luxo. “Se a procura continuar caindo, todas as economias que dependem em grande parte do negócio dos diamantes ficam em risco.”

No entanto, quando a procura cai, as suas margens podem ser aumentadas pelos players intermediários. Em 2016, por exemplo, o segmento intermediário conseguiu isso mesmo através da redução dos preços dos diamantes em bruto. Além disso, estão constantemente trabalhando para otimizar os seus processos e melhorar a sua eficiência.

“Com novas tecnologias como a moagem automatizada ou planos de corte calculados digitalmente, os players intermediários podem reduzir os seus custos”, explica Hoffmann.

joias-diamantes-marketingOs esforços da indústria para melhorar o marketing e tornar a produção mais eficiente são acompanhados por um ambiente positivo no mercado. “Considerando a força da economia global, esperamos uma ligeira tendência ascendente para os joalheiros nos mercados individuais este ano”, acrescenta Hoffmann.

“O pré-requisito para um futuro positivo da indústria a longo prazo é, no entanto, que a procura por diamantes continue crescendo fortemente e que os diamantes naturais deixem de ser substituídos por pedras criadas em laboratório.”

A Bain & Company, fundada em 1973, é uma das principais consultoras de gestão do mundo. A Bain tem 55 escritórios em 36 países e emprega 7 mil pessoas em todo o mundo.

http://webluxo.com.br/

Deixe um comentário

Não viva no “quase”

72ed56ad1c379a5aad460f4c39b923e9Quantas vezes você usa a palavra “quase”? Se começar a reparar, verá que ela faz parte do nosso vocabulário rotineiro, está sempre no meio de nossas histórias, nossas motivações e nossas realizações. Contudo, o que muitos não conseguem entender é que ela representa a falta de sucesso de uma tentativa.

maxresdefaultQuando você quase faz algo, não faz. Quando você quase fala algo, não fala. Quando você quase consegue algo, não consegue. Acontece que o “quase” tem o poder de amenizar a nossa frustração. É como se funcionasse como um consolo, afinal, quase conseguir é melhor do que nem chegar perto.

Se olharmos por outro lado, o “quase” pode ser aquele estímulo que estava faltando. Afinal, se você tentou e quase conseguiu, é porque tem grandes chances de conseguir numa segunda tentativa. O problema é quando a gente não consegue absorver tal oportunidade e se contenta com o “quase”.

Nao-viva-no-quase-07-01-2Um novo ano está começando, que tal usar um “quase” como um degrau e não como o fim de suas aspirações? Encare esta palavra como um “tente de novo, você consegue”. Afinal, nada nesta vida é é certo ou errado, faz só bem ou faz só mal. Tudo depende da ótica sobre a qual enxergamos as situações.

O “quase” também tem dois lados. Basta que você o enxergue como algo positivo e necessário. Pense nisso e mude a sua maneira de agir quando “quase” conseguir, falar ou fazer algo.

http://www.zastros.com.br

Deixe um comentário

Marcas de luxo internacionais não querem investir em comércio de rua no Brasil

Loja da Miu Miu, Shopping JK Iguatemi

Os shoppings têm se consolidado cada vez mais o lugar preferido de marcas Premium, em especial, das internacionais. Diferentemente dos Estados Unidos e, principalmente, de países da Europa, o Brasil já não tinha tradição de manter lojas de marcas de luxo em ruas e agora, mais que nunca, a previsão é que essa migração não seja revertida, segundo o jornal Valor.

Há alguns anos, o bairro nobre de São Paulo, Jardins, abrigava marcas como Dior, mas esta e outras de seu calibre optaram por mudar de endereço e se instalar em shoppings. Nos últimos anos, a rua Oscar Freire, em São Paulo, deixou de ser o ponto de referência de comércio de luxo em São Paulo, para receber lojas de marcas mais populares.

Ainda há algumas lojas pontuais em ruas, como a da Louis Vuitton, em Ipanema, no Rio de Janeiro, e as joalherias brasileiras, Antonio Bernardo e H.Stern, no Jardins, em São Paulo. Mas alguns fatores têm sido determinantes para que as marcas não queiram mais apostar em lojas de rua.

Falta de segurança e estacionamentos são alguns dos motivos que fazem a decisão de manter lojas de alto nível em shoppings, melhor para as marcas. Maior variedade de serviços disponíveis e a extensão dos horários de funcionamento também faz com que haja maior circulação de clientes nesses locais.

De acordo com informações de Marcelo Nochese, diretor regional da Prada para a América Latina e Caribe, para o jornal Valor, a Prada não pretende investir em comércio de rua no Brasil. Para ele, mudanças que ocorreram nos shopping nos últimos anos, com incremento de opções gastronômicas e culturais, esses espaços se tornaram convenientes para as marcas de luxo.

http://webluxo.com.br

Deixe um comentário

Granado Pharmácias inaugura 1º loja conceito no exterior

A ‘pharmácia’ está localizada no quarteirão mais elegante e fashion de Paris || Créditos: Divulgação

A Granado inaugura sua 1ª loja conceito no exterior. A cidade escolhida foi Paris, mais especificamente, a 21, rue Bonaparte, 6ème, reconhecida pelas lojas de luxo e galerias de arte.

A escolha por Paris nasceu de um projeto que teve início em 2013, quando a Le Bon Marché convidou a marca para participar do seu evento Le Brésil Rive Gauche. De lá para cá, a receptividade dos franceses pelos produtos fizeram com que a ‘pharmácia’ ganhasse espaços cada vez mais importantes dentro da loja de departamentos de luxo e, sobretudo, formou uma clientela fiel que inclui Christian Louboutin e Inès de la Fressange.

O projeto arquitetônico assinado pelo arquiteto Jorge Nascimento será o mesmo das lojas no Brasil, com vitrines originais, almofarizes, balanças, propagandas de época, quadros e embalagens centenárias. A iluminação quente e indireta recriará o ambiente das farmácias do século 19.

Os destaques da nova loja serão as colônias Vintage e a fragrância Carioca (desenvolvida com exclusividade para a Le Bon Marché), além dos produtos com ingredientes brasileiros, que fazem muito sucesso por conta da variedade de extratos vegetais e suas propriedades. Na Le Bon Marché, os best sellers são a manteiga e o esfoliante corporal Castanha do Brasil, da linha Terrapeutics.

Juntamente com a inauguração da loja conceito em Paris, a Granado coloca no ar a sua loja virtual na Europa: http://www.granado.eu. Com a novidade, a marca passa a realizar entregas em 30 países.

Nova loja da Granada em Paris || Créditos: Divulgação

https://glamurama.uol.com.br

Deixe um comentário

Linha de make de Rihanna é eleita uma das melhores invenções do ano pela revista “Time”

Rihanna e os diferentes tons de base de sua marca Fenty Beauty || Créditos: Getty Images/Divulgação

Rihanna fez uma verdadeira revolução no mundo da maquiagem este ano com o lançamento da Fenty Beauty – marca comprometida com a diversidade. O carro-chefe é sua linha de bases, que tem 40 tonalidades diferentes para atender de forma mais específica aos mais diversos tons de pele. À venda por US$ 34 (R$ 110), o produto esgotou imediatamente após seu lançamento.

Após dois meses de sucesso absoluto de vendas, chegou a hora de Rihanna receber seu devido reconhecimento. Fenty Beauty foi nomeada pela revista “Time” como uma das 25 melhores invenções de 2017. “É importante que toda mulher se sinta incluída”, disse Rihanna à publicação. “Somos tão diferentes com nossos tons de pele únicos, então começamos com os 40 tons de base”.

Além do forte apelo em prol da diversidade, outro ponto alto da Fenty é sua poderosa estratégia de divulgação nas mídias sociais, puxada, óbvio, pelo sucesso de sua criadora, que tem quase 60 milhões de seguidores no Instagram. A Fenty já contava com um milhão de followers no 4º dia de lançamento.

Em setembro, mês de lançamento da Fenty Beauty, o portal “WWD” informou que, naquele mês, seu valor de mídia já havia dado uma surra na Kylie Cosmetics, Benefit, Urban Decay e NYX.

E tem mais: com apenas um mês de mercado, a marca alcançou um valor altíssimo de mercado: US$ 72 milhões (R$ 233 milhões).

Deixe um comentário

Vai de Avião? LEVE A MARMITA

Passengers Inside 707 Stratoliner Mock-upOs cães que vão na barriga do avião certamente viajam melhor.

Exceção feita a  TAM que ainda serve um lanchinho razoável em seus vôos, as demais companhias ( inclusive as que se dizem inteligentes, inovadoras e modernas) nos remetem a um tempo em que se viajava de terceira classe em navios como o Titanic.

Não embarque com fome – é isso aí.Dia desses, em um vôo que duraria cinco horas, me deparei com um cardápio dos lanches do que seriam servidos – desde que nos dispuséssemos a pagar.

Com o estômago roncando, percebi que nenhum dos lanches ali fotografados sairia por menos de R$ 25. Como estava com minha filha, resignei-me a pagar R$ 50 ( além da passagem) para comer algo que, na melhor das hipóteses, me daria uma sede danada.

Esperei pacientemente o carrinho de lanches chegar a minha fileira (era a 10). Levou nada menos que…40 minutos! Imaginei a situação dos passageiros da fileira 28, que seriam atendidos já quase no final da viagem…

Animada com a minha boa sorte, quando a comissária se aproximou pedi uma sopa ( o prato mais apetitoso entre os sanduíches, batatinhas e barrinhas oferecidos).

“ Lamento senhora, a sopa acabou

Como assim? Acabou na fileira 10? Irritadíssima pedi a segunda opção menos pior: macarrão instantâneo.

“Lamento senhora, essa opção não embarcou nesse vôo”

Adianta rodar a baiana com o estômago roncando e nas alturas?

Resignei-me a comer os infames sanduíches ( R$25, valendo 3).

Ao final do vôo a indignação era geral – afinal não fora a única a ficar na mão e me sentir enganada pela companhia.

Combinado não sai caro – nada tenho contra preços mais baixos – desde que deixem claro qual será a minha parte na barganha.

Porém, depois daquele dia do malfadado jantar a bordo, aprendi: o jeito será levar uma boa marmita de casa – e matar de inveja passageiros e tripulação destas companhias com serviço mequetrefe que nunca chegará aos pés do saudoso e impecável atendimento da Varig, por exemplo – e apenas para falar de uma que marcou época e até hoje é referência.

188_marmita-no-aviohttp://www.claudiamatarazzo.com.b

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: